terça-feira, 12 de abril de 2016

Concorpóreo

Começou a mover-se dentro dela. Era diferente de tudo o que experimentara até ao momento. Ela abria-se-lhe a um nível não físico que aumentava a intensidade da sensação física dos corpos a moverem-se em simultâneo. Estava consciente de se encontrar dentro dela, mas era como uma experiência extra-corporal. Numa palavra: comunhão.

2 comentários:

  1. Pois é, algo transcendente se sente dentro para além da partilha.
    Aqui está uma fasquia elevadíssima.
    Boa noite, impontual.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mínimos olímpicos?

      Boa noite Sandra Louçano.

      Eliminar