quinta-feira, 30 de junho de 2016

Banca de jornais

Era uma vez um mundo onde todos estavam perturbados pelo desejo por coisas que não conseguiam alcançar e o resultado era a aldrabice, a pouca vergonha, o crime, a violência e o Big Brother. Não é assim?

6 comentários:

  1. Quando as pessoas não têm nada que preencha as suas vidas, preenchem-nas com a vida dos outros!
    Fora isso, same old, same old...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gil, isto pode até parecer perverso, mas a noticia que me chocou mais ainda foi a da venda de ar de Fátima enlatado.

      Eliminar
    2. A mim nem por isso...
      ...se fores ao ebay é provável que encontres peidos do Brad Pitt engarrafados! Assim como assim o ar de Fátima sempre será mais...
      ...refrescante!?!

      :)

      Eliminar
  2. Impontual, venda de ar enlatado... Até fui ver se era um artigo daqueles de humor. Mau, muito mau, impingirem-nos coisas destas.
    Dois anos sobre a morte de alguém, sem que seja integrado num estudo sobre a abordagem do tema... Não gosto de fotonovelas destas.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É incrível não é, Isabel? :)

      Eliminar
    2. Depois estava ali ao almoço a pensar mais nisto... O que disse não significa que considere os crimes normais. Mas acontecem e faz sentido serem noticiados, até a bem da transparência. O ar também está certo ser noticiado. O que está mal é existir porque me provoca falta de ar. :)

      Eliminar