sexta-feira, 3 de junho de 2016

Vinte anos depois.

Quando em Agosto de 1996 fui arrastado pela insistência de uns amigos, mas também por um cartaz que anunciava na altura Cool Hipnoise, Xutos & Pontapés, Madre Deus e Tindersticks que em cima da hora não apareceram e foram substituídos por um quarteto de jazz que agora não recordo o nome, disse para comigo mesmo: "não volto cá mais". Não voltei.
Acontece que hoje, exactamente vinte anos depois, os mesmos que me empurraram para lá em 1996, estão a reunir-se para voltar a Vilar de Mouros em 2016 sob o pretexto de que vinte anos nem é assim tanto tempo e que o cartaz - mais uma vez o cartaz -  até é bem jeitoso: Waterboys, Peter Murphy, Peter Hook (dos Joy Division e New Order) e imagine-se Tindersticks. Aceitei. Vou lá estar. Em Agosto estou sempre ali tão perto e, afinal, vinte anos não é tempo nenhum. Será que as moçoilas vão aparecer?

18 comentários:

  1. Fui ver Waterboys a Évora há uns anos, muito menos de vinte. Será uma sorte que os retirem in extremis do cartaz de Vilar de Mouros, é uma daquelas bandas que merecem dignidade na forma como lhes escutamos as velhas músicas.

    (as moçoilas vão aparecer, mas não se espante se der por si a pensar que as conheceu há vinte quilos...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que língua afiada a sua Pipoco, mas como troco pense, que elas poderão pensar algo semelhante, assim do tipo - Credo transformou-se nisto? Quem diria, até era engraçadito.

      Eliminar
    2. Pois fui àquilo lá seu convida-lo porque sei que gosta de Waterboys quase tanto como eu.

      Eliminar
  2. Festival sem moçoilas não é festival. :)
    Impontual, e não te esqueças que até há mais mulheres que homens.
    Beijo para o fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  3. O cartaz parece ter sido feito para cultivar revivalismos :) pergunto-me se não será sempre com o sentido de chamar pessoas, já em outras faixas etárias e que têm de algum modo lembranças em e de Vilar de Mouros :)

    Finalmente os Tinderstiks!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho essa estranha tendência para responder afirmativamente a este tipo de chamamentos.
      Não sei se lhe chame revivalismo.

      Eliminar
    2. Eu também.
      Revivaliso com os revivalismos

      :)

      Eliminar
  4. Dizem que não se deve voltar onde já se foi feliz. Como não foi o caso... força, desta é que é :) moçoilas não vão faltar, nunca faltam :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois tenho a noção exactamente contrária: gosto de pisar terras onde a felicidade tem tudo para se repetir.

      Eliminar
  5. Pode ser que apareçam, as moçoilas. Só que já não o serão. :)
    Bom festival, Impontual!
    Beijos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, nao quer dar lá um saltinho? É já ali em cima. :)

      Abraço.

      Eliminar
  6. Será que os Tindersticks aparecem?
    Espero que sim.
    Para bem dos que lá vão estar ;)
    Não sabia, fiquei a saber
    Eu AMO os Tindersticks
    Tu sabes...;)

    ResponderEliminar
  7. Oiçam lá. Vocês estão todos a apelidar de moçoilas os Tindersticks?
    Olhe que não, sr presidente. Olhe que não!

    ResponderEliminar
  8. Eu, nessa coisa dos festivais, já só peço que a cerveja esteja fresquinha a um preço convidativo :)))
    Divirta-se, com ou sem moçoilas ;)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinfodónica,
      Cerveja fresquinha é essencial, mas não chega só por si...
      :)

      Eliminar
    2. Talvez para os mais exigentes, eu encontro a satisfação muitas vezes nas coisas tão simples como uma cervejinha fresquinha e o resto que sa... isso! :)))

      Eliminar