segunda-feira, 20 de março de 2017

Caturra

Perguntou: leste "O monte dos vendavais"? Respondi: sim, li. E leste como deve ser? Reformulou. Respondi que achava que sim. Ela disse: então sabes que o ser humano não é apenas luz, é também escuridão, loucura, tristeza. 
Acreditas na felicidade? Acredito, respondi-lhe. Acredito na felicidade ilusória, ocultei-lhe.

20 comentários:

  1. Acho que a felicidade não tem de ser ilusória, ainda que talvez o seja a maior parte das vezes - se calhar para quem teve a felicidade de nso a conhecer realmente - , nas outras poderá ser verdadeiramente felicidade, mas temporária. Saber isto é que dificilmente deixa alguém feliz...
    Boa tarde, Impontual :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É. Mas o que importa é que se encontre alguma alegria na alegria dos outros.

      Boa noite , agora.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. É sempre bom imaginar e acreditar em novas histórias.

      Abraço, AvoGi

      Eliminar
  3. Também li "O Monte dos Vendavais", esse clássico da literatura universal. Ou melhor, comecei a ler e não terminei. Era ainda muito jovem e não gostei lá muito daquelas relações amor/ódio. Penso, agora, que o achei tenebroso. Como o livro me tinha sido emprestado, entreguei-o. Naquele tempo estava mais virada para o estilo um amor e uma cabana. Mais tarde vi o filme, mas continuei a achá-lo demasiado perturbador.
    Não acho caturrice, não senhor. Também penso o mesmo, sobre tudo o que aqui li. Ou, então, serei caturra também...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É caturra também, Maria Antonieta.
      Devia criar um blog. Ficava-lhe bem. Isto dos blogs só funciona quando somos caturras. Ou seja as nossas próprias questiúnculas são o nosso sustento.:))
      O monte dos vendavais é um daqueles livros que tem uma narrativa final que, mesmo que não se tenha gostado por ai além do livro, nos deixa de olhos arregalados.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Acha que "A Caturra" seria um bom nome para o blog que eu devia criar, Impontual? Agora senti um bichinho começar a mexer comigo, sabe? É que não resisto a reptos...:)

      Eliminar
    3. Perfeito. Mas não deixe de assinar como Maria Antonieta. É um nome que rompe padrões.
      A banda sonora podia perfeitamente ser: https://www.youtube.com/watch?v=uhCXXOhQ4zw

      :)

      Eliminar
    4. Aceito! Combinado...Adoro a Ella e o Louis, esses monstros sagrados do Jazz. E o tema não poderia vir mais a propósito...
      Se eu precisar de ajuda posso contar consigo?
      Seria assim uma espécie de padrinho conselheiro!?... Que me diz?Obrigada! :)

      Um abraço, Impontual.

      Eliminar
  4. Ainda há, ainda há felicidade pura, não dura é muito. Não dura... mas há.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há. Mas será sempre um problema individual.

      Felicidades, meu caro CC

      Eliminar
  5. Ensinar o Padre Nosso ao vigário...

    Tenha uma boa noite, Impontual.

    ResponderEliminar
  6. Eterna procura, eterna ilusão. Ou não, por vezes nem ´preciso procurar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é o nirvana. :)

      Boa noite, caminheira GM.

      Eliminar