quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Fileira

Há dias em que se acorda e parece que estivemos em centenas de lugares todos ao mesmo tempo: estações de caminho-de-ferro, aldeias longínquas, beira-rios, mares salgados. Todos esses sítios tinham nomes, mas não nos lembramos de um único desses nomes. Às vezes parece-nos um vasto prado que se confunde com o céu, outras vezes uma floresta sombria que se prolonga indefinidamente dentro da escuridão, e outras ainda uma fila comprida de pessoas, da qual algumas caem de vez em quando e são pisadas pelos outros todos. 

16 comentários:

  1. Isso acontece quando as pessoas se lembram dos sonhos?

    Bom dia, Impontual!
    (Parece que já existem laivos do Outono.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto acontece quando se sai do modo estático à força.

      Venha ele. Estou ansioso pelas primeiras folhas.

      Abraço, Isabel.

      Eliminar
  2. Esse sonho assemelha-se um pouco a pesadelo... Eu costumo ter o pesadelo de não me lembrar de nomes, mesmo estando acordada. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sonhar, mesmo quando acordados, é esquecer. :)

      Eliminar
  3. Outras vezes acontece acordarmos e, não tendo saudade do sonho nem vontade de regresso, desejamos voltar a acordar, mas como se volta a acordar depois de ter aberto os olhos?... Se calhar também se sonham despertares.
    Boa tarde, Impontual

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sonhar , acordar e... cismar. é isso, Olvido?

      boa noite, agora.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. é sempre uma tolice muito nossa a de misturar chuva com tristezas e trovões com ansiedades.

      Eliminar
  5. ...tenho por hábito dizer que durante o sono o meu subconsciente prega[me] as piores partidas, maldito![risos]
    Bom dia, [Im]pontual

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. de sonhar ninguém se cansa. :)

      Boa noite, agora.

      Eliminar
  6. Bom dia, Senhor Impontual
    pois eu cá não sei o que é ter sonhos que não me façam sorrir. Se são bons sorrio por isso, se são "maus" também sorrio às vezes até gargalho de tão "exdruxulos" que são. Um dos últimos metia couves a crescerem em terra ressequida. Pensa sonhar tão pouco. Ou então sonho mas não dou por eles
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria isso é aquela cena das pessoas boas que dormem descansadas e das pessoas más que se divertem muito mais. :)

      Eliminar
  7. Respostas
    1. às vezes a realidade sobrepõe-se à própria realidade.

      Eliminar
  8. Estou dividida. Por uma lado, adoro o post. Por outro, detesto não ter sido eu a escrevê-lo.
    :)

    ResponderEliminar