terça-feira, 13 de março de 2018

Coreografia

Ver os seus olhos fecharem-se de sono antes dos meus, a fim de poder, como agora, murmurar-lhe palavras que vão afagar o seu rosto, a sua nuca, tal qual um demónio protector, escutar a sua respiração apaziguada e dizer-lhe que a nossa dança no mundo está ainda para começar. Basta que a chuva passe.

8 comentários:

  1. não precisa passar, basta dançar à chuva. :)

    boa noite, I. :)

    ResponderEliminar
  2. Apanhar uma chuvinha calma, sabe bem :))

    Hoje:- Âmago em transparências
    .
    Bjos
    Votos de uma boa Terça - Feira.

    ResponderEliminar
  3. Há o incondicional (ou quase, vá), e há o condicional. Que dá jeito e tempo e desculpas. No incondicional (ou quase) não há chuva que precise passar.
    Bom dia, Impontual

    ResponderEliminar
  4. A chuva pode deixar-nos os pés enregelados mas o cinza cristal que ela comporta faz brilhar a alma.

    Boa tarde, Senhor Impontual

    Hoje o almoço são umas ervilhas estufadas com tomates secos, bacon e ovos escalfados. Está convidado.
    ;)

    ResponderEliminar
  5. Uma bela coreografia que li e, depois, senti, de olhos fechados, essa respiração na minha nuca...
    Por aqui a chuva já passou, Impontual... :))

    ResponderEliminar
  6. Hoje esteve um belo dia para dançar!
    Esperemos que continue assim :)

    ResponderEliminar